Menu

sexta-feira, 4 de maio de 2012

1ª Bienal Internacional de Dança Curitiba... 4

E hoje volto com as forças recuperadas... vou continuar e se tudo contribuir termino essa madrugada mesmo todos os posts da Bienal.
Continuando as apresentações do dia 28/04 eu assisti o Aspen Santa Fe Ballet... gente poderia dizer apenas:
"-Sem comentários." Mas vocês me conhecem quanto mais fascinada fico mais eu comento rsrsrs
E então digo a vocês: "- Um espetáculo incrivel, formado de feras do ballet americano."
Vamos as informações:
A companhia Aspen Santa Fe Ballet foi fundada em 1990, e em seus 22 aninhos já vez grandes apresentações, a fundadora Bebe Schweppe buscou incorporar na ASFB inovação e visão, convidou então Tom MossBrucker e Jean-Philippe Malaty (falarei dele mais para frente).
Foram 3 danças de espetáculos criados para a cia e que foram reapresentados na bienal.

• A 1ª Left Unsaid estreou em 2003. 
Opinião: Simplesmente linda finalmente meu coração se sentiu apertado. Precisão e técnica beirando a perfeição.
• A 2ª Stamping Ground Estreou em 1983.
Opinião: Movimentos aparentemente sem nexo nenhum, quando acompanhados da música entram em sincronia perfeita,  e o que me chamou atenção foi um "pendulo" que dois bailarinos fizeram com uma terceira bailarina,  e antes de mais um intervalo de 15 minutos a confirmação da admiração do público aplausos e mais aplausos.
• A 3ª Over Glow estreou em 2011.
Opinião: Foi o mais próximo de ballet clássico que vi, e eu amei não posso dizer o oposto a dança é muito minuciosa, cheia de detalhes, e se não for vista com olhos apaixonados talvez não seja vista.

Algumas imagens das apresentações.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...