Menu

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Meus passos magoados.





Lembrei que não sou completa, que sou metade quando me deixo perder.
Que me esqueço das coisas que me fazem feliz, e isso me destrói;
Se eu não guardasse tantas mágoas, deixaria meus passos me levarem livres para onde sou feliz... E um grand jette seria suficiente para sorrir.
Se eu não resistisse talvez não estivesse tão longe de mim mesma. 
Daquilo que me fez sorrir um dia... do meu verdadeiro eu! 
Talvez essa dança não fosse tão díficil se eu seguisse meu ritmo, mas me perdi nos passos errados, deixei dormir em mim aquele ser que improvisava. 
Queria que acordasse agora, mas pode ser tarde o peso do tempo sobre meus ombros as pontas não vão suportar.
São tantos passos... a música mudou e com ela meu medo de errar, de dar o salto baixo, e errar a piroueta, deixar meus braços cairem e meu olhar se perder na diagonal...
Meus passos tortos, que não sobem mais ao palco, que me levaram ao meu ser se perderam com a dor. 
Só queria acordar, voltar a improvisar e corrigir esses meus passos magoados. 
By:(P.)

Um comentário:

  1. Muito bonito os seu texto. Um pouco triste, mas mesmo assim bonito. Bjus!!!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...