Menu

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Sozinha.



Estou aqui nessa noite fria, a garoa lá fora não me encoraja em sair.
Olho pelos vidros embaçados e a música que toca agora parece me transportar para longe onde já não vejo nada.
Sou como um lobo solitário em busca de uma alma amiga. 
A solidão ás vezes é uma escolha outras uma opção. Falta de opção.
Eu escuto os acordes da guitarra ao fundo e volto para o frio que me envolve. 
Sozinha.
Eu continuo ali onde estava quando busquei você, onde meus medos ficaram quando não te esqueci.
A música que toca agora me trás de volta uma distância imperceptível entre o real e a ilusão. 
A lua apareceu no fim da noite quando meus olhos já não ficavam mais abertos.
Meu coração uivando ao som daquelas notas que ecoando se foram ao luar. 
Continuarei aqui sozinha! 
Por que os lobos são fiéis a suas dores, cicatrizam as feridas mas nunca as lembranças.
By:(P.)

2 comentários:

  1. Que texto tocante..bem profundo, adorei (:
    beijos,

    Marina Alessandra do blog Pelos Dezoito
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  2. Esse texto me lembra aquela música lagrimas de chuva, cantada pelo Leoni e pelo Kid abelha... Se não escutou, escute e verá que um lembra o outro. E os dois são mto bons, rs.
    Abs

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...