Menu

domingo, 16 de dezembro de 2012

O que é a natureza...


Estou acompanhando a mais ou menos 1 mês e meio a vida dessa família  que escolheu o arbusto aqui de casa para fazer sua "casa",  quando os vi pela primeira vez, eram apenas ovinhos azuis, tão encantadores, ai vi a mãe uma Sabiá-Laranjeira que impaciente odeia me ver por perto e não me deixa registrá-la de forma alguma, semanas depois lá estavam eles  coisinhas mais horrorosas kkkk peladinhos sem pena alguma de olhos fechados, minúsculos, frágeis, e respirando vagarosamente, podia ver suas veinhas pulsando na pele clarinha. 
Resistindo as chuvas de verão que tem arrancado árvores aqui na região, tem carregado carros nas ruas, lá está o ninho, resistindo ao frio das noites curitibanas que até no verão são geladas,  lá estão os filhotes, aos cuidados de uma mãezinha brava, que não quer chamar atenção para seu ninho mas que sem querer se colocou em meu caminho (uma louca fissurada por coisas diferentes e fotos) Ela me odeia a cada novo click!  E continua fugindo quando ouve meu carro chegar.
Dias passam e o desenvolvimento deles está cada dia melhor, não entendo nada de pássaros, nem sei onde anda o pai deles, mas descobri como suas peninhas nascem, ficaram mais feios a cada dia! E isso é LINDO!!!
Quanta contradição, tanta quanto a vida frágil que se fortalece contra o clima das manhãs de sol escaldante seguidas de tardes chuvosas e noites frias. 
Eles já abriram os olhos, já ganharam penas mais fortes e agora percebem nossa presença, hoje se assustaram quando cheguei perto do ninho, que está cada dia menor para os três pequeninos.
Estão cada dia mais parecidos com a mãe, são sabiás lindos, fico pensando que há qualquer momento eles podem aprender a voar e sumir dali, deixando aquele ninho vazio,  partindo para formar novos ninhos.
Em momento algum encostei neles resistindo minha curiosa vontade de tocá-los, de saber como são, em momento algum quis interferir em seu desenvolvimento, embora preocupada, que um gato tentasse pegá-los, um cachorro pudesse come-los, ou que a chuva os matasse afogados, embora eu ainda esteja apreensiva com as aulas de voo que eles em breve terão, vou ser forte registrando tudo com certa medida, sem ultrapassar os limites de admiradora e passar a ser ameaça!  
Mas meus olhos brilharam desde que os ovinhos azuis me chamaram atenção, e isso é fato, o que é a natureza, tão inteligente, tão forte, tão perfeita! 

By:(P.)

PS: Assim que eu tiver mais fotos mostro... e elas estão também aqui> Fã Page Metamorfose Paralela.


Os ovinhos

 Recém nascidos

Com 5 dias, antes das peninhas 

Uma semana 

Duas semanas 

Hoje!  

A mamãe de longe como sempre. Só me observando.

No ninho prestes a fugir de mim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...