Menu

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Quando o dia acaba...


E quando o dia acaba eu me vejo frente ao espelho vestindo as roupas de "social". 
Maquiada com ar superficial. 
É quando as luzes se apagam, que posso tirar essa pele que não sou eu, e arrancar do meu rosto esse sorriso falso, que todos os dias preciso usar para sobreviver.
Mundo estranho esse que vivo, onde ser sincera, sorrir quando se está afim, e se fechar para não trazer problemas aos demais é errado! 
É ser anti-social, mal-humorada, bipolar.
Sorrio por algumas horas a todos que me cercam com lindos lábios vermelhos, retocados a todo instante aparentando felicidade.
Tolo engano! 
Quando meu único espectador é o espelho, borro a maquiagem com as mãos, visto o que me faz sentir melhor, e sou feliz comigo mesma, sem pensar nos outros, sem falsidade, sendo apenas EU!
E quando o dia acaba, a madrugada invade minha alma, trás do meu
âmago aquilo que sinto, aquilo que sou, aquilo que vivo, e joga para fora o que o mundo espera de mim, por que o mundo só cobra, só ilude, só destrói.
Depois que a noite cai, sou feliz com meu sorriso de lado, sem mostrar os dentes, sem parecer outra pessoa.
Sem lembrar que no próximo dia vou viver tudo de novo, quando abrir a porta e sair para o mundo lá fora, como um palhaço na vida real maquiada para o espetáculo, pronta para fazer os outros felizes até a próxima noite chegar.

By:(P.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...