Menu

quinta-feira, 22 de março de 2012

Diário de Bordo Parte 4 FINAL.

Bom pessoas... demorei mas finalmente hoje chego á última parte do meu Diário de Bordo, e bem tenho que dizer que ensaiei muito como descreveria essa parte da minha viagem e vamos ao que interessa.


No domingo dia 04/03, já cansada de curtir a praia e depois de muito passear, eu estava procurando na net algo diferente para fazer quando me deparo com uma lista de praias próximas a Balneário Camboriú, dentre essas praias a Praia do Pinho, uma praia naturista, (isso aí mesmo).
Para quem não sabe o naturismo é um conjunto de princípios éticos e comportamentais voltados a natureza, com a finalidade de estabelecer um modo de vida saudável fisicamente e mentalmente agregado à conservação do meio ambiente, assim sendo, a prática nudista, principal fundamento doutrinário do naturismo, deve servir de base para uma melhor qualidade de vida e educação, inclusive de jovens e crianças.
E é isso mesmo lá tem crianças, adolescentes, adultos, idosos, todos convivendo em harmonia e com o maior respeito.
Minha curiosidade estava me possuindo, e foi tão forte que não resisti ficava há apenas 12Km aproximadamente 23 minutos dirigindo de onde estávamos, e lá fomos, eu tremia como vara verde, existem duas formas de entrar uma é Gratuita, os banhistas deixam os carros na beira da estrada e descem por uma trilha a pé, e a outra forma de entrar é pelos portões... sim gente, a praia tem portões e é fechada, para entrar paga-se o valor de R$15,00 e lá existe ainda um Camping e uma pousada, mas os valores não sei dizer pois passei apenas algumas horas no local.
Eu já havia lido no site que existem regras e um código de ética, o que é muito interessante.
Como eu estava conhecendo o ambiente decidi descer e ir pelo caminho alternativo a pé mesmo, em meio a árvores pedras, e lá no fim da pequena trilha a praia onde podem entrar pessoas vestidas ou nuas, e estava completamente lotada de curiosos, (na maioria homens por que será neh?!) perguntamos a um senhor distintamente Nú (rsrsrsrsr eu fiquei quase roxa), como funcionavam as regras ali, e ele respondeu da seguinte forma...
-Aqui desse lado das pedras não existem regras, é tudo liberado, mas do lado de lá precisa seguir o código de ética.
Agradecemos as informações e eu nesse momento já estava com os olhos maiores que jabuticabas, mais que de pressa  fui tratando de subir trilha acima, e entrar pelo portão onde paguei a entrada, estacionamos, e bem era a hora de decidir se encarava essa ou não...
Desci até a beira da praia lá tem uma cerca que separa a areia uma das principais regras é: Pisou na areia precisa ficar nu.  Então um vigia disse que os novatos podem ir até mais dentro da praia para tirar as roupas, e não passar tanta vergonha; (vergonha eu?! HAHA)
E lá fui eu, me sentia um extraterrestres em meio aquelas famílias sentadas na areia confortavelmente nus... passeando pela beira mar e até se exercitando como vieram ao mundo... Pois é eu também encarei essa, foi sem dúvidas uma das coisas mais inusitadas que já fiz na vida como respondi na entrevista que dei a Sheila do DSM (assim que for publicada vou divulgar aqui!) Pessoas é incrível, como fazemos o juízo errado de algumas coisas...
Meu ponto de vista antes...
Eu achava que era coisa de gente sem vergonha, (pensamento tipico de quem desconhece os fatos), que lá deveria ser um horror, e que as pessoas deviam ficar se olhando o tempo todo. (nada como a informação para mudar as pessoas)
Meu ponto de vista agora...
Não vou dizer que a partir de agora serei naturista e que vou fazer isso constantemente, mas já mais vou deixar que falem em minha frente que é coisa de gente desavergonhada, é uma coisa natural, e sinceramente posso dizer que vejo muito mais maldade nas praias tradicionais do que lá, quando você vai a uma praia usando um mini biquíni, ou uma sunga indecente, todos ficam te olhando, as mulheres te criticam, alguns homens pensam inúmeras besteiras, e você acha que isso é natural...
Lá todos andam iguais, e todos são diferentes pessoas gordas, pessoas magras, velhas, novas, brancas, negras, e ninguém te olha, te encara ou te avalia... todos seguem cada um com sua vida, sem se preocupar com o que você está fazendo. 
Para mim, foi uma experiência maravilhosa, sai de lá com uma nova visão, digamos que voltei mais leve, que o mar levou de mim os falsos conceitos, e abriu meus olhos a coisas mais importantes na vida, do que a roupa que você veste ou a gordurinha no seu quadril.

E foi isso, fechei com chave de ouro e chaveiro de loucuras a minha viagem, FOTOS???? Infelizmente lá é proibido entrar com câmeras, a não ser que eu tivesse autorização por escrito de todos os banhistas... (muito trabalho neh?!)
A única que pude tirar foi essa:














E agora pessoas beijinhos e amanhã tem Músicas + Músicas e em breve tenho novidades aqui para quem gosta de romances.... 
KISSES!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...