Menu

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Assim é o fim.

Vi seus olhos fechados para o mundo.
Suas palavras ecoaram nos corredores do meu ser.
As lágrimas caíram pela última vez.
Sacrifiquei o que de melhor eu tinha!
Não espero te ver aqui...
perdendo seu tempo! 
Perdendo sua vida!
Vi o sangue escorrer por entre meus dedos.
quando a adaga da saudade me feriu.
Deixei um sorriso escapar.
Estava cheia de mim...
certa de um sombrio e solitário anoitecer.
Seria mais um dia acabando.
Ou o inicio do meu despertar.
Abri meus olhos, mas ainda estou fechando minhas feridas.
Cada cicatriz, uma tatuagem que a vida te dá.
Para sempre pode ser um tempo muito longo...
mas a eternidade me permitirá existir!
Sinto agora um doce gosto de felicidade, 
meus lábios apertados buscam um sabor incomum.
São lembranças de um século atrás, onde a tentativa teve êxito no fim! 
Onde os braços se entrelaçaram, cumprindo o que a história previu.
Unindo o que já mais poderia ter se separado, e assim é o fim!
By:(P.)

3 comentários:

  1. Uhuulll amei esse blog...vim fazer uma visitinha e já estou seguindo. Sempre que puder vou dar uma passada por aqui, ameeeeei!

    Beijoooooks

    Lanny
    http://www.leituraeoutrostantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Isso foi intenso e dramático e eu nem sei o que dizer, mas sei que achei interessante e gostei bastante.

    Obrigada por ter passado por lá. Já estou seguindo aqui.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  3. Gostei mto desse texto/poema rsss como foi dito acima, mto intenso, por sinal, seus textos (que tenho lido aqui) são muito intensos e provocantes no sentido de nos fazer envolver com as palavras.
    Abs

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...