Menu

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A “Desavisada” - Tantas Vidas e Um Balcão.


Ela passou acanhada, deu um sorriso de lado, e se dirigiu ao banheiro. Quem sou eu para dar contra sorri de volta e segui a fazer o que não estava fazendo, eram por volta de 00:20 quando ela voltou, foi chegando de vagar e logo pediu a tomada emprestada.
Como uma pessoa prestativa que certamente sou, coloquei seu Iphone para carregar, ela me perguntou se havia algo de errado pois ele não ligava, eu não quis ser irônica em momento algum então respondi que devido ficar sem bateria completamente ele precisava de alguns minutos conectado para voltar a ligar mas que só funcionária se mantivesse no carregador, ela concordou e parecia receosa, me perguntou se eu cuidava enquanto ela ia ao banheiro, claro que respondi que sim, onde eu iria aquela hora, quando voltou ele já ligava, ela realizou umas duas ligações pediu um carro para um estacionamento aqui perto e ficou me olhando.
E então mais uma vez falou comigo, questionando se podia deixar mais um pouquinho por que ia viajar e não queria ir sem o celular ligado. Sorri acenei a cabeça dizendo que sim. E tornei a olhar para o computador já que ela se mantinha em silêncio.Então uma senhora chegou e perguntou se ela havia conseguido ela disse que sim, e explicou tudo como eu disse até aqui.
A senhora mostrou a ela um estojo de óculos e ela desinteressada disse que não adiantava achar o estojo, acho mesmo que ela estava decepcionada, ai a mulher mostrou que o óculos estava dentro, e ela só faltou dar pulos, e soltou a frase que deu título a esse texto: “-Eu sabia que não era tão desavisada assim, (me olhou e seguiu...) mas já fui!”

Eu não entendi o que desavisada tem haver com desatenta que na verdade é o que ela é mas, achei engraçado. Não aguentando mais ficar calada questionei, se ela não poderia carregar o celular no carro, não é que eu quisesse que ela fosse embora, é por que isso seria mais cômodo para ela e na verdade acho que se eu não tivesse tocado no assunto ela nunca pensaria nisso. Ela pensou um pouco e disse que não pois não tinha o adaptador,  ai indaguei novamente mas esse é um cabo USB, e ela pensativa me olhou e perguntou se eu estava falando da entrada USB do rádio, foi ai que ela entendeu que poderia carregar o celular lá, eu notei isso desde que ela falou o modelo do carro para o atendente do estacionamento, mas fiquei quieta afinal ela não me perguntou nada. E então finalmente ela entendeu o que estava sugerindo e agradeceu indo embora em disparada. No fim acho que ela é desavisada mesmo! Se eu não aviso ela nunca ia pensar nessa hipótese!


Pri Fontoura.


Só para não perder mais um dia! 
beijos e amanhã terá uma postagem muito bestam sobre minha saúde! rsrs 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...