Menu

segunda-feira, 5 de maio de 2014

É tudo invisível - Tantas Vidas e Um Balcão


Como eu havia comentado no aeroporto quase tudo é invisível, logo a minha frente deve ter uma distância de uns 30 passos, fica o balcão de Informações aquele sabe que tem um I bem bonito em meio a um circulo padrão em qualquer lugar do planeta, acredito eu! A minha esquerda uma das saídas, olhando na parede  placas que indicam onde pagar o estacionamento, os telefones públicos, e mais a frente mas eu não os enxergo completamente, ficam os caixas eletrônicos, bem a minha frente as escadas rolantes coisas gigantescas de ferro, bem bonitas, do lado direito um banheiro com placa mostrando que é FEMININO, um café, elevadores com um painel bem chamativo, guichê de ônibus, e o sanitário com placa indicativa dizendo MASCULINO.
E tudo, mas tudo isso que citei acima é invisível, somente quem usa um batom vermelho e sorri alegremente consegue ver, por isso todas as pessoas que passam por ali, e tem alguma dúvida por mais simples que seja, por mais na frente dela que esteja param e perguntam no balcão sem o    i   !
Eu não entendo se realmente as pessoas são desatentas,  se estão nervosas, se estão perdidas, ou coisa assim, por que eles não conseguem ver nem mesmo a enorme placa que indica o banheiro, vejo homens entrando no banheiro feminino e de repente saem envergonhados, me olham e perguntam onde é o sanitário masculino, será que eles não viram a placa? 
E onde pagar o estacionamento?
A fila é sempre grande e tem uma placa bem bonita vermelha com um E! será que é lá? Tudo bem eu sou hipócrita eles são novos na área! Ou só querem conversar, como meu próximo novo amigo, já conto sobre ele.

As coisas “invisíveis” na verdade são tudo que me fazem rir de ficar neste balcão, eu fico observando cada uma das pessoas, cada um dos balcões invisíveis, e não, não é falta do que fazer pelo contrário faz parte do meu trabalho identificar cada um dos possíveis clientes por isso mesmo não tendo obrigação nenhuma presto todas as informações com um lindo sorriso no rosto, embora as vezes eu esteja morrendo de vontade de rir das perguntas e histórias que ouço. E viva as coisas invisíveis que me dão assunto para escrever.
Pricila Fontoura

E então era isso e claro:

Não Esqueçam da Promoção de Aniversário!

6 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk esse texto diz bem a verdade, muitos são completamente cegos nesse sentido, até eu mesma de vez em quando dou uma de desatenta e perco algo bobo, nesse sentido.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkk muito bom seu texto.

    Estava com saudades daqui >.<
    Beijos e se cuida

    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  3. kkkkk Que texto bom Pri!!
    Beeeijos

    http://propriomodismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. oi Pri

    As mulheres ainda procuram os balcões, mas os homens esses odeiam pedir informações. Rodam mil vezes o mesmo lugar mais o orgulho não os deixam pedir ajuda rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto!!!Na verdade as pessoas acham bem mais fácil sempre perguntar,mesmo estando ali,tudo a vista ou sinalizado!beijos

    http://vanessaquirino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Realmente, acontece muito, em vários locais. E com a gente mesmo.
    Muito bom o texto.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião! Acredite ela é muito importante para mim!
Obrigada por ter passado aqui!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...